História de Caso de Therna Indami – Aluna da Escola de Formação de Professores da ADPP Guiné-Bissau, em Bachil

História de Caso

de Therna Indami

Aluna da Escola de Formação de Professores da ADPP Guiné-Bissau, em Bachil

É NECESSÁRIO MUITO OU POUCO ESFORÇO PARA MUDAR O MUNDO?

Cheguei à comunidade do Capo no mês de fevereiro onde estou a realizar o meu período de prática pedagógica. Estou a lecionar aos alunos da 1ª classe, são 22 meninas e 32 meninos na turma.

Desde os primeiros dias notei que os meninos aqui são muito mais ativos durante as aulas do que as meninas. Quando informava a turma que queria um aluno que pudesse vir ao quadro resolver exercícios, era frequente serem os meninos a mostrarem a iniciativa de participar na atividade. Percebi também que os meninos eram mais ativos para participar das discussões e mostravam mais confiança em responder às perguntas que faço à turma.

Com o fim de ajudar as meninas a construir sua confiança, decidi que, sempre que chamo os alunos para irem ao quadro, vou pedir que um menino e uma menina ou um menino e duas meninas venham e cumpram a tarefa. Depois que comecei a usar esse método, percebi que as meninas estão se tornando mais corajosas para participar das atividades em sala de aula e que gostam de realizar as tarefas no quadro. Desta forma, nossa turma descobriu que temos algumas meninas que possuem habilidades de escrita muito boas e possuem habilidades de caligrafia muito boas. No entanto, elas nunca mostraram suas habilidades antes porque eram tímidas em expressar seu desejo de ir ao quadro. Como resultado deste novo método, que comecei a usar para apoiar a participação das meninas nas atividades da sala de aula, agora, cada vez que temos algumas tarefas a serem executadas no quadro, temos muitas meninas a expressar o seu desejo de participar na atividade.

Outra observação que registei ao chegar à comunidade do Capo é que as atividades de limpeza da sala de aula eram realizadas apenas por alunas. Quando perguntei aos alunos porque é que apenas as meninas que varriam a sala de aula responderam que “é o trabalho das meninas e que os meninos não o podem fazer”. Depois de ouvir esta explicação, disse aos alunos que iriamos estabelecer 3 áreas de responsabilidade e que cada área seria cuidada por um menino e uma menina. Assim, estabelecemos as áreas de responsabilidade de “Higiene”, “Turma” e “Disciplina”. Como resultado, agora, para a atividade de limpeza sempre temos um menino e uma menina que arrumam a sala antes do início das aulas e os meninos não se estão a opor a participar na atividade.

Além disso, temos um menino e uma menina que estão a controlar se todos os alunos entram na aula antes da aula começar e outro menino e menina que estão cuidando que as regras estão sendo seguidas na sala de aula. Desta forma, as meninas estão assumindo as mesmas responsabilidades que os meninos, elas têm os mesmos direitos e deveres na execução das tarefas.

Depois de usar estes métodos diferentes para apoiar a participação igual de meninos e meninas nas atividades da sala de aula, comecei a perceber que as meninas estão se tornando mais corajosas para participar de qualquer uma das atividades organizadas na aula. Agora, as meninas estão mais confiantes para expressarem as suas opiniões nas discussões, são mais corajosas para participar das tarefas no quadro e também são mais fortes a se defenderem quando se trata de tratamento diferente de meninas e meninos na realização de responsabilidades de sala de aula.

Capo, 8 de maio de 2018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Termos de Referência para Recrutamento de Coordenador(a) das Atividades do Projecto PDCV-Riz

                                                                                                                                                                                                                                     

Termos de Referência para Recrutamento

Coordenador(a) das Atividades do Projecto PDCV-Riz

Data de Publicação: 23/4/2018
Referência: ADPP-PDCV RIZ 001/2018
Prazo de submissão de candidaturas 30/4/2018

 

INFORMAÇÃO GERAL_________________________________________________________

Local: Oio (Bissora)

Tipo de contrato: Termo certo

Duração esperada do contrato: 1 ano (Renovável)

Contrato: Local (Nacional)

ORGANIZAÇÃO PROMOTORA___________________________________________________

A ADPP GB – Associação de Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo Guiné-Bissau – é uma Organização Não Governamental guineense constituída em 1981 e registada legalmente em 1992, que tem como a missão promover o desenvolvimento económico, social e cultural das comunidades através da mobilização de recursos, parcerias e pessoas para a sua participação activa na implementação de projectos em áreas chave de desenvolvimento.

No âmbito da sua missão, a ADPP Guiné-Bissau tem implementado junto de diferentes grupos alvo, vários programas de desenvolvimento nomeadamente: formação inicial de professores do ensino primário, formação vocacional de jovens quadros profissionais; acompanhamento de jovens na definição do seu projecto de vida profissional e inserção na vida activa; agricultura e segurança alimentar, prevenção de doenças e epidemias e da mortalidade infantil.

Neste quadro, a ADPP/GB esta a procura de um (a) coordenador (a) que seja responsável pela coordenação e gestão da ação apresentada de seguida.

O PROJETO__________________________________________________________________

O Governo da Guiné-Bissau e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) financiou o projecto PDCV Riz (Projecto de Desenvolvimento de Cadeia de Valores de Arroz) para relançar a cadeia de valores de arroz nas Regiões de Bafatá e Oio e melhorar as condições de vida das populações.

Na Região de Oio, O PDCV Riz pretende se juntar aos serviços de várias ONGs, organizações e agrupamentos de base que atuam como parceiros operacionais nas localidades do projecto através de animação, mobilização, estruturação e supervisão das mesmas.

A ACACB – Associação de Clube de Agricultores Comercial Bissorá – é uma Associação sem fins Lucrativo constituída em 2014, que tem como missão promover actividades agrícolas e comerciais, como forma de apoiar os pequenos agricultores para conseguirem terras, a fim de praticarem e aumentarem as suas produções agrícolas e animal, de modo a garantir a segurança alimentar para suas famílias, obter excedentes que possam comercializar no mercado interno ou externo que gera rendimentos ou proveitos económicos, visando melhorar a sobrevivência e bem-estar de todos os seus membros.

Tendo por base as políticas governamentais e internacionais e integrada no programa da ACACB-GB de Desenvolvimento Rural e Agrícola, através do método de Clubes de Agricultores Comercial que está a ser desenvolvido em Bissorá desde 2014, a ACACB irá estruturar e desenvolver a forma de gestão de actividades comercial na Região de Oio, cujo objectivo geral é Promover actividades agrícolas e comerciais, contribuir para a redução da insegurança alimentar e aumento da resiliência nas populações rurais da Guiné-Bissau e tendo como objectivo específico, melhorar a segurança alimentar, valorização de produtos locais assim como promoção de projectos de geração de rendimento económico das populações rurais isto é através de implementação do sistema de Micro-crédito nas comunidades arredores, principalmente da área de intervenção em Bissorá.

Assim ACACB (Associação de Clubes de Agricultores Comerciais de Bissorá) é uma associação dinamizadora dos trabalhos de agricultores apoiando na comercialização dos produtos para a melhoria de rendimento da economia das famílias rurais. Gere 7 centros de processamento com diferentes máquinas de processamento de produtos agrícolas e faz a comercialização através de 7 lojas de venda disponível nos próprios centros e da loja móvel.

Durante a implementação, vão ser realizadas as actividades tais como a sensibilização porta a porta nos clubes para mobilizar as pessoas a produzir de formar diversificada e levar os produtos para serem processados nos 7 centros de processamento, vender produtos e comprar produtos processados nos centros, apoiar na reabilitação de bolanhas de Binhomi e a organização do campo hortícola de Sormone, bem como a criação de diferentes comités de gestão e de clubes de agricultores nas comunidades com vista a apoiar os beneficiários na gestão de infra-estruturas e de clubes, gestão de conflitos nas suas comunidades, formar os membros das comunidades para assegurar a correta implementação de procedimentos de gestão e promover a nutrição.

RESPONSABILIDADE DA FUNÇÃO________________________________________________

As principais funções do(a) Gerente são:

  • Construir o negócio através de vendas e comercialização de produtos existentes e estabelecer novos produtos para os clientes antigos e novos;
  • Atingir a meta geral de Comercialização global estabelecida pela ACACB;
  • Construir relacionamento com líderes de projecto de diferentes areais, para facilitar o alcance de metas planificados;
  • Desenvolver o perfil de negócio para informar e mudar a perspectiva dos clientes sobre produtos de ACACB;
  • Colaborar com a Gerente de Fabrica quando a comercialização de Amendoim de caju e Sumo;
  • Elaborar actividades promocionais e de marketing e ajudar em eventos comerciais e promocionais aos líderes de projectos;
  • Criar e entender as soluções da concorrência e oferecer para todos os gerentes de área de produção, micro crédito e vendas;
  • Gerenciar a equipe comercial, incluindo seus desenvolvimento, treinamento e gerenciamento de desempenho;
  • Elaborar relatório ao Gerente de ACACB e participar semanalmente nas reuniões de análise de negócios e gestão;
  • Coordenar e gerir o funcionamento dos 7 centros de processamento e todos os equipamentos afecto aos mesmos e as lojas de vendas;
  • Capacitar os técnicos afectos ao centro de forma a estarem hábil e capazes de dar resposta as exigências do mercado;
  • Orientar os técnicos afectos ao projecto de forma a conduzir o estudo do mercado com vista a tomada de decisões racionais que não ponham em causa o trabalho dos centros;
  • Supervisionar o trabalho dos técnicos afectos aos centros;
  • Procurar novas oportunidades para melhorar e ampliar o trabalho dos centros;
  • Procurar e propor melhores soluções para o crescimento da produção dos centros;
  • Participar nos encontros sobre os centros;
  • Elaborar e apresentar um plano de negócio para os centros de processamentos;
  • Criar sistemas de seguimento das actividades de centros de processamento e acompanhar a sua implementação;
  • Coordenar e supervisionar a implementação das actividades do projecto PDCV-Riz tal como descrito na acção projecto;
  • Elaborar o plano de Marketing e executa-lo 100%;
  • Elaborar e apresentar um plano de negócio de micro-finança;
  • Apoiar o funcionamento dos centros comunitários para nova aprendizagem;
  • Criar um espaço de concertação entre associações comunitárias para a sua afiliação na ACACB;
  • Apoiar o líder de projeto de microcrédito na criação de sistema operacional de micro- finança de acordo com realidade do Pais;
  • Desenvolver tipos de Negócios e Fichas a ser usado para aprovação de microprojectos para melhoramento de vida dos agricultores em Bissora.

PERFIL DO (A ) CANDIDATO (A)_________________________________________________

  • Técnico/a na área de Agronomia (Agro Negocio e Marketing);
  • Experiência profissional de pelo menos 4 anos em gestão de negócio de projetos, preferencialmente projetos relacionados com a implementação de agro-negócio;
  • Experiência de trabalho e/ou conhecimento das zonas rurais, em particular a Região de Oio e Bafatá;
  • Excelente capacidade de comunicação escrita e falada em português e crioulo;
  • Conhecimento do francês é indispensável e o Inglês é uma vantagem;
  • Elevada capacidade de autonomia no trabalho e gestão de equipas;
  • Capacidade de trabalhar sobre pressão e flexibilidade de horários;
  • Compromisso com os valores do Desenvolvimento Sustentável;
  • Conhecimento da realidade sociocultural da Guiné-Bissau e em particular na área de intervenção;
  • Conhecimentos básicos da promoção da campanha de Comercialização e marketing dos produtos orgânicos;
  • Conhecimento sólido sobre as logísticas (cuidados de armazenamento das matérias-primas assim como produtos acabados e a forma de distribuição para o alcance de Clientes).

 

PROCESSO DE SELECÇÃO_______________________________________________________

Os/as candidatos/as interessados/as deverão enviar o seu CV actualizado e carta de motivação por correio eletrónico para os endereços:armandojoaodasilva55@gmail.com; nerianomendes@adpp-gb.org; ou em envelope fechado e entregue no escritório da ADPP/GB, sito na Av. dos Combatentes Liberdade da Pátria (Bairro Internacional) Rua 4, S/N CP: 420, Bissau, Guiné-Bissau, até às 16 horas do dia 30/4/2018, Com a referência ADPP-PDCV RIZ 001/2018. Somente as candidaturas pré-selecionadas serão contactadas para uma entrevista.

Os TdRs podem ser levantados no escritório da ADPP, no endereço acima indicado das 8h30 às 16h00. Para mais informação adicional, favor contactar por: 955861477/955217010

Termos de Referência para Recrutamento de Coordenador(a) das Atividades do Projecto PDCV-Riz

                                                                                                                                                                                                                                     

Termos de Referência para Recrutamento

Coordenador(a) das Atividades do Projecto PDCV-Riz

Data de Publicação: 23/4/2018
Referência: ADPP-PDCV RIZ 001/2018
Prazo de submissão de candidaturas 30/4/2018

 

INFORMAÇÃO GERAL__________________________________________________________

Local: Oio (Bissora)

Tipo de contrato: Termo certo

Duração esperada do contrato: 1 ano (Renovável)

Contrato: Local (Nacional)

ORGANIZAÇÃO PROMOTORA____________________________________________________

A ADPP GB – Associação de Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo Guiné-Bissau – é uma Organização Não Governamental guineense constituída em 1981 e registada legalmente em 1992, que tem como a missão promover o desenvolvimento económico, social e cultural das comunidades através da mobilização de recursos, parcerias e pessoas para a sua participação activa na implementação de projectos em áreas chave de desenvolvimento.

No âmbito da sua missão, a ADPP Guiné-Bissau tem implementado junto de diferentes grupos alvo, vários programas de desenvolvimento nomeadamente: formação inicial de professores do ensino primário, formação vocacional de jovens quadros profissionais; acompanhamento de jovens na definição do seu projecto de vida profissional e inserção na vida activa; agricultura e segurança alimentar, prevenção de doenças e epidemias e da mortalidade infantil.

Neste quadro, a ADPP/GB esta a procura de um (a) coordenador (a) que seja responsável pela coordenação e gestão da ação apresentada de seguida.

O PROJETO__________________________________________________________________

O Governo da Guiné-Bissau e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) financiou o projecto PDCV Riz (Projecto de Desenvolvimento de Cadeia de Valores de Arroz) para relançar a cadeia de valores de arroz nas Regiões de Bafatá e Oio e melhorar as condições de vida das populações.

Na Região de Oio, O PDCV Riz pretende se juntar aos serviços de várias ONGs, organizações e agrupamentos de base que atuam como parceiros operacionais nas localidades do projecto através de animação, mobilização, estruturação e supervisão das mesmas.

A ACACB – Associação de Clube de Agricultores Comercial Bissorá – é uma Associação sem fins Lucrativo constituída em 2014, que tem como missão promover actividades agrícolas e comerciais, como forma de apoiar os pequenos agricultores para conseguirem terras, a fim de praticarem e aumentarem as suas produções agrícolas e animal, de modo a garantir a segurança alimentar para suas famílias, obter excedentes que possam comercializar no mercado interno ou externo que gera rendimentos ou proveitos económicos, visando melhorar a sobrevivência e bem-estar de todos os seus membros.

Tendo por base as políticas governamentais e internacionais e integrada no programa da ACACB-GB de Desenvolvimento Rural e Agrícola, através do método de Clubes de Agricultores Comercial que está a ser desenvolvido em Bissorá desde 2014, a ACACB irá estruturar e desenvolver a forma de gestão de actividades comercial na Região de Oio, cujo objectivo geral é Promover actividades agrícolas e comerciais, contribuir para a redução da insegurança alimentar e aumento da resiliência nas populações rurais da Guiné-Bissau e tendo como objectivo específico, melhorar a segurança alimentar, valorização de produtos locais assim como promoção de projectos de geração de rendimento económico das populações rurais isto é através de implementação do sistema de Micro-crédito nas comunidades arredores, principalmente da área de intervenção em Bissorá.

Assim ACACB (Associação de Clubes de Agricultores Comerciais de Bissorá) é uma associação dinamizadora dos trabalhos de agricultores apoiando na comercialização dos produtos para a melhoria de rendimento da economia das famílias rurais. Gere 7 centros de processamento com diferentes máquinas de processamento de produtos agrícolas e faz a comercialização através de 7 lojas de venda disponível nos próprios centros e da loja móvel.

Durante a implementação, vão ser realizadas as actividades tais como a sensibilização porta a porta nos clubes para mobilizar as pessoas a produzir de formar diversificada e levar os produtos para serem processados nos 7 centros de processamento, vender produtos e comprar produtos processados nos centros, apoiar na reabilitação de bolanhas de Binhomi e a organização do campo hortícola de Sormone, bem como a criação de diferentes comités de gestão e de clubes de agricultores nas comunidades com vista a apoiar os beneficiários na gestão de infra-estruturas e de clubes, gestão de conflitos nas suas comunidades, formar os membros das comunidades para assegurar a correta implementação de procedimentos de gestão e promover a nutrição.

RESPONSABILIDADE DA FUNÇÃO________________________________________________

As principais funções do(a) Gerente são:

  • Construir o negócio através de vendas e comercialização de produtos existentes e estabelecer novos produtos para os clientes antigos e novos;
  • Atingir a meta geral de Comercialização global estabelecida pela ACACB;
  • Construir relacionamento com líderes de projecto de diferentes areais, para facilitar o alcance de metas planificados;
  • Desenvolver o perfil de negócio para informar e mudar a perspectiva dos clientes sobre produtos de ACACB;
  • Colaborar com a Gerente de Fabrica quando a comercialização de Amendoim de caju e Sumo;
  • Elaborar actividades promocionais e de marketing e ajudar em eventos comerciais e promocionais aos líderes de projectos;
  • Criar e entender as soluções da concorrência e oferecer para todos os gerentes de área de produção, micro crédito e vendas;
  • Gerenciar a equipe comercial, incluindo seus desenvolvimento, treinamento e gerenciamento de desempenho;
  • Elaborar relatório ao Gerente de ACACB e participar semanalmente nas reuniões de análise de negócios e gestão;
  • Coordenar e gerir o funcionamento dos 7 centros de processamento e todos os equipamentos afecto aos mesmos e as lojas de vendas;
  • Capacitar os técnicos afectos ao centro de forma a estarem hábil e capazes de dar resposta as exigências do mercado;
  • Orientar os técnicos afectos ao projecto de forma a conduzir o estudo do mercado com vista a tomada de decisões racionais que não ponham em causa o trabalho dos centros;
  • Supervisionar o trabalho dos técnicos afectos aos centros;
  • Procurar novas oportunidades para melhorar e ampliar o trabalho dos centros;
  • Procurar e propor melhores soluções para o crescimento da produção dos centros;
  • Participar nos encontros sobre os centros;
  • Elaborar e apresentar um plano de negócio para os centros de processamentos;
  • Criar sistemas de seguimento das actividades de centros de processamento e acompanhar a sua implementação;
  • Coordenar e supervisionar a implementação das actividades do projecto PDCV-Riz tal como descrito na acção projecto;
  • Elaborar o plano de Marketing e executa-lo 100%;
  • Elaborar e apresentar um plano de negócio de micro-finança;
  • Apoiar o funcionamento dos centros comunitários para nova aprendizagem;
  • Criar um espaço de concertação entre associações comunitárias para a sua afiliação na ACACB;
  • Apoiar o líder de projeto de microcrédito na criação de sistema operacional de micro- finança de acordo com realidade do Pais;
  • Desenvolver tipos de Negócios e Fichas a ser usado para aprovação de microprojectos para melhoramento de vida dos agricultores em Bissora.

PERFIL DO (A ) CANDIDATO (A)_________________________________________________

  • Técnico/a na área de Agronomia (Agro Negocio e Marketing);
  • Experiência profissional de pelo menos 4 anos em gestão de negócio de projetos, preferencialmente projetos relacionados com a implementação de agro-negócio;
  • Experiência de trabalho e/ou conhecimento das zonas rurais, em particular a Região de Oio e Bafatá;
  • Excelente capacidade de comunicação escrita e falada em português e crioulo;
  • Conhecimento do francês é indispensável e o Inglês é uma vantagem;
  • Elevada capacidade de autonomia no trabalho e gestão de equipas;
  • Capacidade de trabalhar sobre pressão e flexibilidade de horários;
  • Compromisso com os valores do Desenvolvimento Sustentável;
  • Conhecimento da realidade sociocultural da Guiné-Bissau e em particular na área de intervenção;
  • Conhecimentos básicos da promoção da campanha de Comercialização e marketing dos produtos orgânicos;
  • Conhecimento sólido sobre as logísticas (cuidados de armazenamento das matérias-primas assim como produtos acabados e a forma de distribuição para o alcance de Clientes).

PROCESSO DE SELECÇÃO_______________________________________________________

Os/as candidatos/as interessados/as deverão enviar o seu CV actualizado e carta de motivação por correio eletrónico para os endereços:armandojoaodasilva55@gmail.com; nerianomendes@adpp-gb.org; ou em envelope fechado e entregue no escritório da ADPP/GB, sito na Av. dos Combatentes Liberdade da Pátria (Bairro Internacional) Rua 4, S/N CP: 420, Bissau, Guiné-Bissau, até às 16 horas do dia 30/4/2018, Com a referência ADPP-PDCV RIZ 001/2018. Somente as candidaturas pré-selecionadas serão contactadas para uma entrevista.

Os TdRs podem ser levantados no escritório da ADPP, no endereço acima indicado das 8h30 às 16h00. Para mais informação adicional, favor contactar por: 955861477/955217010

Termos de Referência para Recrutamento de Gerente de Centro de Processamento

 

Termos de Referência para Recrutamento

(Gerente de Centro de Processamento)

Data de Publicação: 23/4/2018
Referência: ADPP-EU/FED-001/2018
Prazo de submissão de candidaturas 30/4/2018

 

INFORMAÇÃO GERAL________________________________________________________

Local: Oio (Bissora)

Tipo de contrato: Termo certo

Duração esperada do contrato: 12 meses (Renovável)

Contrato: Local (Nacional)

Data previsto de início: Maio 2018

ORGANIZAÇÃO PROMOTORA____________________________________________________

A ADPP GB – Associação de Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo Guiné-Bissau – é uma Organização Não Governamental guineense constituída em 1981 e registada legalmente em 1992, que tem como a missão promover o desenvolvimento económico, social e cultural das comunidades através da mobilização de recursos, parcerias e pessoas para a sua participação activa na implementação de projectos em áreas chave de desenvolvimento.

No âmbito da sua missão, a ADPP Guiné-Bissau tem implementado junto de diferentes grupos alvo, vários programas de desenvolvimento nomeadamente: formação inicial de professores do ensino primário, formação vocacional de jovens quadros profissionais; acompanhamento de jovens na definição do seu projecto de vida profissional e inserção na vida activa; agricultura e segurança alimentar, prevenção de doenças e epidemias e da mortalidade infantil.

Tem uma vasta experiência na implementação de projectos de cooperação para o desenvolvimento na área agrícola com projectos de agricultura familiar no âmbito dos Clubes de Agricultores desde 2008, que actualmente inclui 2.720 agricultores, ADPP/GB irá desenvolver o Projecto de Transformação e comercialização da castanha de caju e pedúnculos de caju em Oio Região, com o objectivo geral de contribuir para a redução da insegurança alimentar e aumento da resistência em populações rurais da Guiné-Bissau, e melhorar a segurança alimentar e geração de renda da população rural de Bissorã, melhorando a produção, processamento de caju e de marketing.

ADPP/GB, no âmbito do projecto âmbito do Projeto “Processamento e Comercialização de Caju na Região de Oio, financiado pela União Europeia, com contrato número FED/2016/373-260” está a construir um centro de processamento de castanha de caju em Bissorá, que funcionará como um eixo para melhorar a situação económica dos agricultores em Oio.

Neste quadro, a ADPP/GB esta a procura de um (a) gerente que seja responsável pela coordenação e gestão da ação apresentada de seguida.

AS INFORMAÇÕES DO CENTRO___________________________________________________

ADPP/GB através do Projecto de Processamento e Comercialização de castanha de caju e pedúnculo na Região de Oio está a construir centro em que a actividade de transformação vai ser levada a cabo em Bissora.

O Centro vai iniciar suas actividades na segunda quinzena de Abril de 2018. O Centro tem o tamanho de 450 metros quadrados e é esperado para trabalhar com o mínimo de 50 pessoas em turno do dia, e irá processar castanha e pedúnculos de caju em diferentes produtos, que serão comercializados nos mercados nacionais e internacionais.

O centro terá uma capacidade de produção anual de 300 toneladas RCN e 250 toneladas de maçãs de caju, com objectivo de criar um negócio sólido que melhora a situação económica dos agricultores e da população na Região Oio.

O Centro será equipado com máquinas, em ambas secções da área de processamento de castanha de caju e também na área de processamento de Caju.

RESPONSABILIDADE DA FUNÇÃO________________________________________________

As principais funções do(a) Gerente são:

O(a) gerente do centro terá de realizar um esboço global do negócio e realizar a gestão que levará ao rápido desenvolvimento do centro, algumas das actividades ou responsabilidades será baseada nas seguintes linhas de comando sem ser comandando.

Portanto, o(a) gerente do centro é a pessoa central que manobra o centro de processamento em base diária que envolve; organização do centro, planeamento, controle e comercialização de produtos acabados.

  1. Funções de gestão

Planeamento (previsão, definição de objectivos, planeamento de acções, gestão das políticas, estabelecendo procedimentos)

Organizando (selecionando estrutura organizacional, delegando, estabelecendo relação de trabalho)

Liderando (decidir, comunicação, motivação, selecionando / desenvolvimento de pessoas)

Controlando (define normas de desempenho, avaliação / documentação / performance corrigir)

Produção do orçamento operacional do centro e seguro que ele está fazendo lucro para a continuidade do centro;

Assegurando a manutenção diária de alta qualidade de todo o centro com os seus equipamento, e inclusive higiene do arreador do centro;

Gerindo assunto administrativos das operações, incluindo recursos humanos.

  1. Talentos

Visão – Capacidade de pensamento estratégico para definir a direção ou iniciar novos projectos através de uma visão tecnológica e intuição (pensamento lateral);

Sinergias – Construir uma ampla base de negócios conexões/profissionais, conhecimento do Excel (competitivo, pró-activo, enérgico e persistente);

Técnica – Ser capaz de conquistar e dominar compreensão e atuação nas áreas técnicas da operação;

Cooperação, Coordenação e Comunicação – Envolvendo todos atores no processo;

Ordem – Ser organizado em todas as operações

3.1. Dentro

Implementar projectos / programas; gerenciar pessoas, tecnologias e recursos a agregar valor; desenvolver novas funcionalidades do produto para aumentar a competitividade do centro; definir, controlar e reduzir os custos para melhorar a rentabilidade; iniciar projetos de tecnologia para sustentar a posição do centro no mercado, em adicional para que o uso de conexões com a liderança de alto nível existente dentro dos círculos da ADPP Guiné-Bissau.

3.2. Lado de fora

Manter a par das tecnologias emergentes e aplicá-los a reforçar as competências essenciais do centro; aplicar ferramentas baseadas na Web para melhorar as operações e relações com clientes; identificar as melhores práticas para melhorar as operações de fábrica e superá-las; criar redes de cadeia de fornecimento para derivar a velocidade, qualidade e custo benefícios

3.3. Presente

Fazer as coisas certas para manter a empresa funcionando sem problemas; monitorar o desempenho não financeiro e financeiro; controlar os custos e eliminam resíduos para atingir rentabilidade no curto prazo.

3.4. Futuro

Buscar oportunidades e-transformação para criar a rentabilidade do centro no longo prazo; introduzir novos produtos de geração oportuna de acordo com os clientes e as necessidades dos consumidores; criar visão para o futuro relacionadas com tecnologias; Definir o que deve ser feito para o sucesso baseado em tecnologia no futuro.

3.5. Local

Utilizar os recursos para melhor atingir os objectivos da empresa; tomar acções éticas e legais, tendo em conta as condições locais; manter e nutrir redes profissionais locais; compartilhar lições adquiridas com pessoas em outros sites sociais e ADPP

3.6. Global

Aplicar recursos baseados em localização para realizar economias globais de escala e escopo para alcançar vantagens de custo e tecnologia; desenvolver redes mundiais de profissionais; adquirir uma mentalidade global; papéis de liderança exercício em cenário internacional

  1. Segurança e Saúde Ocupacional

A outra responsabilidade do gerente de fábrica é para garantir a segurança e saúde ocupacional; que é uma área interdisciplinar preocupado em proteger a segurança, saúde e bem-estar das pessoas envolvidas em trabalho ou emprego na fábrica. Como efeito secundário, pode também proteger colegas de trabalho, familiares, empregadores, clientes, fornecedores, comunidades vizinhas e outros membros do público que são afetados pelo ambiente de trabalho (do centro).

  1. Cadeia de fornecimento

É da responsabilidade do gestor do centro para proteger a cadeia de fornecimento dos produtos, que começa a partir de matérias-primas para os produtos acabados para os clientes. A corrente de alimentação é o alongamento de matérias-primas para os componentes para os produtos acabados realizados para os compradores finais. A cadeia de abastecimento para a castanha de caju pode começar com os agricultores Guiné-Bissau que têm plantações de caju, a colheita das castanhas de caju, entregando sua colheita à fábrica. As nozes de caju são depois processados ​​e embalados para envio pela fábrica.

  1. Marketing e gestão de vendas

Além das diferentes tarefas do gerente de fábrica vai levar, é também da sua responsabilidade para garantir o conceito de marketing holístico, que é baseado no desenvolvimento, concepção e implementação de programas de marketing, processos e actividades que reconhecem a sua amplitude e interdependências. Comercialização holística reconhece que tudo importa em marketing e que uma ampla perspectiva integrada é muitas vezes necessário.

O gerente do centro deve ter algum conhecimento em contabilidade, ser um planejador, um gerente de pessoal e um comerciante. No entanto, a principal responsabilidade é garantir que a função de produção, organizacional, marketing e vendas faz com que a contribuição mais eficaz para a realização dos objectivos e metas de fábrica.

  1. Outras Tarefas

As outras tarefas estarão fazendo um relatório atualização semanal para o coordenador do projecto, organizar reuniões com os líderes do projecto na centro, fazer um acordo sobre o fornecimento do cajueiro-nuts para o centro, organizar as entregas dos produtos acabados para o mercado.

 

PERFIL DO (A) CANDIDATO (A) _________________________________________________

Qualificações acadêmicas

  • Técnico Agro-indústria ou equivalente;
  • Formação académica em Administração e Contabilidade, Gestão, Economia ou similar;
  • Formação em projectos baseados Agro e desenvolvimento ou a gestão comunitária.

Experiência profissional

  • Um mínimo de 2 anos de experiências em trabalhar com unidades de processamento de caju;
  • Experiência em gestão, coordenação e Cooperação (mínimo 4 anos) para projetos de desenvolvimento e especialmente na área de agricultura;
  • Conhecimento dos procedimentos regulamentares, administrativos e financeiros da União Europeia é vantagem;
  • Sólidos conhecimentos da realidade sociocultural da Guiné-Bissau e em particular da região Oio;
  • Sólidos conhecimentos de projectos de Agricultura da ADPP também são adicionados a vantagem.

Habilidades

  • Conhecimento do processamento e gestão de caju e maçãs;
  • Capacidade estratégica, operacional e organizacional do planeamento;
  • Capacidade de organização e gestão do tempo;
  • Assertividade e gestão de equipa;
  • Criatividade e capacidade de trabalhar com recursos limitados;
  • Comprometido com resultados alcançando diárias orientadas;
  • Capacidade síntese sobre os documentos;
  • Capacidade de representação institucional e mobilização da comunidade;
  • Resistência à frustração e capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Auto motivação e capacidade de autoaprendizagem;
  • Criatividade e capacidade de improvisar;
  • Gestão de tempo e hábitos de trabalho, trabalhando com máquinas de processamento de castanha de caju e castanha de caju maçãs, habilidades na realização de trabalhos de manutenção das máquinas sem esperar por ninguém;
  • Habilidade interpessoal para se lidar com diferentes pessoas de todos estilos de vida;
  • Formação de equipa, comunicação e habilidades de motivação.

Outras

  • Domínio do português falado e escrito;
  • Bons conhecimentos de Inglês e Crioulo da Guiné-Bissau;
  • Domínio do computador na ótica de utilizador (Word, Excel e PowerPoint);
  • Conhecimento da web site de anúncio é vantagem.

PROCESSO DE SELECÇÃO_______________________________________________________

Os/as candidatos/as interessados/as deverão enviar o seu CV actualizado e carta de motivação por correio eletrónico para os endereços: tembo@adpp-gb.org; fernando@adpp-gb.org; nerianomendes@adpp-gb.org ou em envelope fechado e entregue no escritório da ADPP/GB, sito na Av. dos Combatentes Liberdade da Pátria (Bairro Internacional) Rua 4, S/N CP: 420, Bissau, Guiné-Bissau, até às 16 horas do dia 30/4/2018, Com a referência ADPP-EU/FED-001/2018. Somente as candidaturas pré-selecionadas serão contactadas para uma entrevista.

Os TdRs podem ser levantados no escritório da ADPP, no endereço acima indicado das 8h30 às 16h00. Para mais informação adicional, favor contactar por: 955279117/955371261

A Fundação Schneider apoia no reforço de capacidades técnicas dos Formadores

Para mobilizar e melhorar a qualidade do ensino de curso de eletricidade e energia solar para jovens, a Fundação Schneider, uma organização com sede em frança, financiou o segundo ano de curso de Eletricidade e Energia Solar da Escola Vocacional de Bissorã

Em novembro de 2017, os formadores da Escola tiveram a oportunidade de reforçar as suas capacidades técnicas através duma formação realizada pelo voluntario de Schneider durame 10 dias tendo como apoio os materiais didáticos modernos e equipamentos de pratica altamente qualificados oferecidos por esta organização.

Em Fevereiro de 2018, Schneider vai enviar outro voluntario para treinar os formadores da escola de modo a dotar-lhes de conhecimento em matéria de empreendedorismo para possam suportar melhor o treinamento dos estudantes nesta matéria.

O curso existente sobre eletricidade básica e energia solar será completado por um nível avançado criado com o apoio da Schneider para atender melhor as necessidades nacionais em termos de força de trabalho qualificado no setor de eletricidade e energia solar.

 

    

Recrutamento de Professor de Sociologia

Termos de Referência para Recrutamento (Formador para professores de ensino básico)

Cargo

Formador de Sociologia

Local de Trabalho

Bachil

Data da Publicação

25-02-2018

Referência

DNS-Cacheu-01/2018

Prazo de submissão das candidaturas

09-02-2018

Projecto

ADPP – Escola de Formação de professores DNS

Habilitações

Licenciatura em Sociologia ou Ciências Sócias

Processo de recrutamento

  • Os/as interessados/as deverão entregar os seus curriculum vitae atualizado, Certificado de Habilitações e a carta de motivação, através do correio eletrónico: Djoncamara@gmail.com/laudenciocumbi@hotmail.com Indicando a referência acima no assunto do correio eletrónico deverá da vaga ou posto à qual se candidata;
  • Pode também entregar em envelope fechado na Sede de ADPP sito na Av. Dos combatentes da Liberdade da Pátria (Bairro Internacional) na pessoa de Malam Camara, ou na Própria escola DNS em Bachil;
  • As candidaturas que não se fizerem acompanhar das cópias dos documentos comprovativos de identificação, formação e experiência referidas serão automaticamente excluídas;
  • Data limite de entrega das candidaturas será no dia 09 de Fevereiro de 2018
  • Somente os candidatos pré-selecionados serão chamados à entrevista.

Regime

O apurado irá alojar-se no internato com alimentação e dormitórios assegurados pela escola de Formação de Professores.

Projecto:

O projecto foi criado como um projecto-piloto sugerido ao Ministério da Educação da Guiné-Bissau em 2011, para iniciar a Formação de professores do Ensino Primário em uma nova forma, o que era uma necessidade há muitos anos atrás e fortemente expressa. Em Outubro de 2011, iniciou-se a reabilitação dos edifícios em Bachil, com financiamento da Federação HUMANA People to People. Em Fevereiro de 2012, os primeiros 40 alunos iniciaram seu treinamento no programa de 3 anos. A 2a equipe de 40 aluno iniciou seu programa no DNS em agosto de 2013, o que foi possível através de uma parceria com a comissão da União Europeia na Guiné-Bissau. A terceira equipe começou em Junho de 2015 com 43 alunos e a 4a equipe em agosto de 2016 com 52 alunos, em Fevereiro do ano em curso ira começar mais uma equipa 2018 com 42 estudantes. A primeira equipe de DNS (a equipe de 2012) graduou em Janeiro de 2015 e a segunda equipe (a equipe de 2013) graduou em Julho de 2016. O projecto baseia-se nas experiências acumuladas pela Federação HUMANA People to People por muitos anos de prática em outros países, e baseia-se num Memorando de Entendimento assinado com o Governo da Guiné-Bissau em 2007.

Objectivo: Formar professores de qualidade para o ensino Básico nas zonas Rurais.

Funções: O Formador de Sociologia e ciências Sociais devera assumir as seguintes tarefas:

  • Coordenar as matérias ligadas a sociologia, no 1o a 3o ano de Formação;
  • Elaborar plano mensal, semanal e diário das Metodologias e didáctica ligado a disciplina de sociologia;
  • Planear e leccionar metodologias e didácticas de Geografia e História quando o período do currículo necessitar;
  • Acompanhar os estudantes na sua prática pedagógica nas escolas primárias vizinhas para apreciação das aulas com os metodólogos no 1o ano;
  • Acompanhar os estudantes na prática integral de 6 meses nas comunidades que forem colocados;
  • Elaborar provas trimestrais e anuais das suas cadeias a que lecciona;
  • Planear acções comunitárias junto dos seus estudantes e acompanhar a realização das tais acções;
  • Participar em todos seminários ligados a sua área de formação e fazer uma reciclagem aos colegas sobre a aprendizagem;
  • Participar nas secções pedagógicas de Sábado marcado pela Escola de Formação de professores na sua Instituição junto dos professores metodólogos das escolas primárias vizinhas;
  • Participar nas reuniões de conselho de professores e dar a suas contribuições;
  • Fazer relatório mensal das actividades pedagógicas realizadas por ele junto dos estudantes;
  • Viajar junto dos estudantes durante o seu período de viagem de estudo Nacional;
  • Viajar junto dos estudantes durante o seu período de viagem de estudo Internacional nos
    países da sub-região;

Perfil do Candidato/a:

A) Grau Académico

  • Licenciatura em Sociologia ou Ciências Sociais

B) Experiencia Profissional

  • Experiencia Profissional no mínimo de 2 anos
  • Experiencia no domínio de metodologias de ensino

C) Competências profissionais:

  • Grande capacidade de organização, planificação e de cumprimento de programa

D) Competências pessoais:

  • Espírito de equipa, de iniciativa e entreajuda
  • Resistência à frustração
  • Capacidade de improviso
  • Responsabilidade
  • Autonomia

E) Outros:

  • Domínio do Português escrito e falado
  • Domínio dos programas informáticos Word, Excel, Power Point
  • Conhecimento do Francês e Inglês é uma vantagem.

 

Nota: Encoraja-se vivamente as candidaturas Femininas.

Recrutamento de Professor de Biologia

Termos de Referência para Recrutamento (Formador para professores de ensino básico)

Cargo

Formador de Biologia

Local de Trabalho

Bachil

Data da Publicação

26-01-2018

Referência

DNS-Cacheu-02/2018

Prazo de submissão das candidaturas

09-02-2018

Projecto

ADPP – Escola de Formação de Professores DNS

Habilitações

Licenciatura em Biologia ou ciências Bioquímica

Processo de recrutamento

  • Os/as interessados/as deverão entregar os seus curriculum vitae atualizado, Certificado de Habilitações e a carta de motivação, através do correio electrónico: Djoncamara@gmail.com/laudenciocumbi@hotmail.com. Indicando a referência acima no assunto do correio eletrónico da vaga ou posto à qual se candidata;
  • Pode também entregar em envelope fechado na Sede de ADPP-GB sito na Av. Dos combatentes da Liberdade da Pátria (Bairro Internacional) na pessoa de Malam Camara, ou na Própria escola DNS em Bachil;
  • As candidaturas que não se fizerem acompanhar das cópias dos documentos comprovativos de identificação, formação e experiência referidas serão automaticamente excluídas;
  • Data limite de entrega das candidaturas será no dia 09 de Fevereiro de 2018;
  • Somente os candidatos pré-selecionados serão chamados à entrevista.

Regime

O apurado irá alojar-se no internato com alimentação e dormitórios assegurados pela escola de Formação de Professores (DNS).

 

Projecto:
O projecto foi criado como um projecto-piloto sugerido ao Ministério da Educação da Guiné-Bissau em 2011, para iniciar a Formação de professores do Ensino Primário em uma nova forma, o que era uma necessidade há muitos anos atrás e fortemente expressa. Em Outubro de 2011, iniciou-se a reabilitação dos edifícios em Bachil, com financiamento da Federação HUMANA People to People. Em Fevereiro de 2012, os primeiros 40 alunos iniciaram seu treinamento no programa de 3 anos. A 2a equipe de 40 aluno iniciou seu programa no DNS em agosto de 2013, o que foi possível através de uma parceria com a comissão da União Europeia na Guiné-Bissau. A terceira equipe começou em Junho de 2015 com 43 alunos e a 4a equipe em agosto de 2016 com 52 alunos, em Fevereiro do ano em curso ira começar mais uma equipa 2018 com 42 estudantes. A primeira equipe de DNS (a equipe de 2012) graduou em Janeiro de 2015 e a segunda equipa (a equipa de 2013) graduou em Julho de 2016. O projeto baseia-se nas experiências acumuladas pela Federação HUMANA People to People por muitos anos de prática em outros países, e baseia-se num Memorando de Entendimento assinado com o Governo da Guiné-Bissau em 2007.

Objetivo: Formar professores de qualidade para o ensino Básico nas zonas Rurais.

Funções: O Formador de Biologia e Física, Química devera assumir as seguintes tarefas:

  • Coordenar as matérias ligadas a Biologia (Ciências Naturais) no 1o a 3o ano de Formação;
  • Elaborar plano mensal, semanal e diário das Metodologias e didática ligado a disciplina de
    Biologia (Ciências Naturais);
  • Planear e lecionar metodologias e didáticas de Química e Física quando o período no
    currículo necessitar;
  • Acompanhar os estudantes na sua prática pedagógica nas escolas primárias vizinhas para
    apreciação das aulas com os metodólogos no 1o ano;
  • Acompanhar os estudantes na prática integral de 6 meses nas comunidades que forem
    colocados;
  • Elaborar provas trimestrais e anuais das suas cadeias a que leciona;
  • Planear ações comunitárias junto dos seus estudantes e acompanhar a realização das tais ações;
  • Participar em todos seminários ligados a sua área de formação e fazer uma reciclagem aos colegas sobre a aprendizagem;Participar nas secções pedagógicas de Sábado marcado pela Escola de Formação de professores na sua Instituição junto dos professores metodólogos das escolas primárias vizinhas;
  • Participar nas reuniões de conselho de professores e dar a suas contribuições;
  • Fazer relatório mensal das actividades pedagógicas realizadas por ele junto dos estudantes;
  • Viajar junto dos estudantes durante o seu período de viagem de estudo Nacional;
  • Viajar junto dos estudantes durante o seu período de viagem de estudo Internacional nos
    países da sub-região;

 

Perfil do Candidato/a:

A) Grau Académico

  • Licenciatura em Biologia ou ciências (Química, Física, Biologia)

B) Experiencia Profissional

  • Experiencia Profissional no mínimo de 2 anos
  • Experiencia no domínio de metodologias de ensino

C) Competências profissionais:

  • Capacidade de organização, planificação e de cumprimento de programa

D) Competências pessoais:

  • Espírito de equipa, de iniciativa e entreajuda
  • Resistência à frustração
  • Capacidade de improviso
  • Responsabilidade
  • Autonomia

E) Outros:

  • Domínio do Português escrito e falado
  • Domínio dos programas informáticos Word, Excel, Power Point
  • Conhecimento de Francês e Inglês é uma vantagem.

Nota: Encoraja-se vivamente as candidaturas Femininas.

Recrutamento de consultor para estudo KAP

Estudo KAP de profissionais de saúde da Guiné-Bissau sobre a preparação e resposta ao vírus Zika (ZIKV): Um estudo de profissionais de saúde nas regiões de Gabú e Tombali.

O objetivo principal do estudo KAP é o de avaliar as capacidades de preparação e de resposta dos Recursos Humanos de Saúde (RHS) na Guiné-Bissau em situação de surto do vírus Zika. O estudo também será usado para medir o impacto da campanha de preparação e resposta ao virus da Zika, que será realizada entre janeiro e março de 2018.

Termos de Referência

A ADPP Guiné-Bissau procura um consultor nacional para realização de um estudo KAP de profissionais de saúde, sobre a capacidade de preparação e resposta para potenciais crises do vírus ZIKA. O estudo será realizado em duas fases: em janeiro de 2018- no início da Campanha de Preparação e Resposta do Vírus Zika, e em Março de 2018 na fase final da campanha.

Os seguintes termos de referência orientarão o futuro contrato:

a. O contrato é de 45 dias de trabalho, entre 1 de janeiro de 2018 e 31 de maio de 2018;
b. O consultor será apoiado por quatro pesquisadores auxiliares (dois do INASA, um da ADPP GB e um da OMS);
c. O consultor utilizará o seu próprio equipamento de IT;
d. A ADPP GB apoiará na impressão de documentos e outros serviços administrativos;
e. O transporte para o trabalho de campo será fornecido pela ADPP GB;
f. O consultor tem direito a um Per diem diário padrão durante o trabalho de campo;
g. A ADPP fornecerá um espaço de trabalho compartilhado e internet.

 

Qualificações e Experiência

  • Mestrado em Ciências Sociais, Medicina ou Saúde Pública;
  • Mais de 7 anos de experiência profissional;
  • Experiência comprovada em pesquisa qualitativa e quantitativa, especialmente na realização de
  • estudos KAP na Guiné-Bissau ou na região;
  • Excelentes competências de apresentação e de escrita em português e em inglês;
  • Conhecimento da realidade da Guiné-Bissau;
  •  Fluência em português, inglês e línguas locais

 

Principais produtos

  • Relatório inicial;
  • Revisão de literatura e documento metodológico;
  • Relatório preliminar dos resultados do estudo em fase de pré-intervenção;
  • Relatório preliminar dos resultados do estudo em fase de pós-intervenção;
  • Apresentação do relatório draft final com resultados, análises e recomendações em português e
  • inglês;
  • Apresentação de resultados junto do grupo de validação – Relatório de Validação.

 

Principais actividadesData prevista de entregaProdutos a entregarPagamento
Planeamento e definição do âmbito06/01/2018Relatório inicial, Revisão compartilhada e aprovada pela equipa do projeto (EP)
Revisão e metodologia13/01/2018Revisão de Literatura e Documento de metodologia apresentado à EP25% de honorários de consultoria
Ferramentas de estudo KAP20/01/2018Questionário de estudo KAP aprovado pela EP
Realização do Estudo KAP – Período de Pré-intervenção22 – 26 Jan (Gabú)
29 – 2 Feb (Tombali)
Apresentação do relatório de trabalho de campo à EPPer diem
Relatório de Análise16 Feb 2018Apresentação de resultados à EP25% de honorários de consultoria
Estudo em período Pós-intervenção19 -23/03 (Gabú)
26 – 30/03 (Tombali)
Apresentação do relatório de trabalho de campo à EPPer diem
Apresentação dos resultados do estudo10/04/2018Resultados do relatório draft apresentados à EP25% de honorários de consultoria
Compilação do último relatório draft com resultados, análises e recomendações27/04/2017Relatório final apresentado à equipa de projeto
Maio 2018 (d.t.a)Apresentação do relatório final ao grupo de validaçãoUm estudo KAP finalizado em português e inglês25% de honorários de consultoria

 

Entrega das Propostas

Data limite para recepção das propostas: 03 de Janeiro 2018 às 16 horas.

As propostas completas (técnica e financeira) devem ser apresentadas indicando a referência ADPP/ESTUDO-KAP/2017 em envelope fechado entregue no escritório da ADPP Guiné-Bissau, Bairro Internacional (Av. dos Combatentes Liberdade da Pátria-Casa INSS) S/N CP: 420, Bissau, Guiné-Bissau ou para os seguintes endereços eletrônicos: neriano.adpp@gmail.com; arunacamara63@yahoo.com.br

Os TDRs podem ser levantados no escritório da ADPP acima referenciado, Bissau das 8h30 às 16h00.

Para mais informação adicional, favor contactar por Telefone: +245 96 695 5000/ +245 95 565 0783

Recrutamento de Coordenador de Projeto

 

INFORMAÇÃO GERAL                                                                       

Projeto: Bu Terra Ibu Lugar Seguro – Prevenção e Integração de Migrantes Retornados Guineenses

Local: Cidade de Bissau com deslocações regulares a Bafatá e Gabú

Duração: 12 meses

Contrato: Local/nacional

 

ORGANIZAÇÃO PROMOTORA                                                        

A ADPP GB – Ajuda ao Desenvolvimento de Povo para Povo Guiné-Bissau – é uma Organização Não Governamental guineense constituída em 1981 e registada legalmente em 1992, que tem como missão a promoção do desenvolvimento económico, social e cultural das comunidades através da mobilização de recursos, parcerias e pessoas para sua participação ativa na implementação de projetos em áreas chave de desenvolvimento.

No âmbito da sua missão, a ADPP Guiné-Bissau tem implementado junto de diferentes grupos alvo, vários Programas de Desenvolvimento nomeadamente: Formação Inicial de Professores de   Ensino Primário, Formação Vocacional de jovens quadros profissionais; acompanhamento de jovens na definição do seu projeto de vida profissional e inserção na vida ativa; agricultura e segurança alimentar, prevenção e tratamento de doenças e epidemias e prevenção da mortalidade infantil.

No âmbito deste trabalho, a ADPP GB encontra-se à procura de um coordenador de projeto que seja responsável pela coordenação e gestão da Ação apresentada de seguida.

 

O PROJETO                                                                                              

O Projeto “Bu Terra Ibu Lugar Seguro – Prevenção e Integração de Migrantes Retornados Guineenses” é um projeto integrado no Programa FMM Africa Ocidental, financiado conjuntamente pela Comissão da CEDEAO e pela União Europeia, e implementado por um Consórcio de Parceiros, nomeadamente a Organização Internacional para as Migrações (OIM), o Centro Internacional para o Desenvolvimento de Políticas de Migração (ICMPD) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O projeto é da responsabilidade executora da ADPP Guiné-Bissau e dos seus parceiros   de implementação, a Direção Geral das Comunidades e a Associação de Migrantes Amigos da Guiné-Bissau, e propõe um conjunto de atividades que visarão apoiar o processo de reintegração social e económica de jovens migrantes retornados Bissau Guineenses. O projeto propõe, ainda, o reforço da capacitação e disseminação de informação sobre os riscos da migração irregular e sobre a livre circulação de pessoas junto da população da Guiné-Bissau e das autoridades que tutelam a área das migrações em Bissau, Bafatá e Gabú.

As principais linhas estratégicas do projeto são:

I) Definição do perfil dos migrantes alvo e identificação de oportunidades de formação profissional e geração de rendimentos nas regiões abrangentes;

II) Formação profissional;

III) Implementação e acompanhamento de projetos de vida e reinserção na vida activa;

IV) Ações de prevenção da migração irregular;

V) Capacitação de autoridades locais na área das migrações e livre circulação de pessoas.

 

RESPONSABILIDADES DA FUNÇÃO                                          

As principais funções do/a coordenador/a são:

 Coordenação, planificação e implementação técnica e orçamental das atividades do projeto;~

 Liderança e orientação estratégica da equipa de projeto;

 Co-criação de ferramentas adequadas ao registo, monitoria técnica e concertação financeira do projeto;

 Recolha de informações/dados e organização de documentação sobre a execução técnica e financeira da intervenção;

 Redação de relatórios de seguimento periódicos, a serem entregues à equipa de monitoria e avaliação;

 Boa gestão de parcerias do projeto e representação do mesmo junto dos financiadores e parceiros de implementação;

 Supervisão e acompanhamento do cumprimento de protocolos, acordos, contratos e prestações de serviços estabelecidos no âmbito do projeto;

 Promoção da adequada visibilidade do projeto, dos parceiros e financiadores.

 

PERFIL DO/A CANDIDATO/A_                                                        

 Formação académica nas áreas das Ciências Sociais, Migrações ou outras áreas relevantes;

 Experiência profissional de pelo menos   4 anos em gestão de projetos, preferencialmente projetos relacionados com migrações, integração socioeconómica e/ou acompanhamento de   jovens na definição e implementação de projetos de vida;

 Experiência de trabalho e/ou conhecimento das zonas rurais de Bissau, Gabú e Bafatá

 Excelente capacidade de comunicação escrita e falada em português e crioulo;

 Fluência em inglês e/ou francês;

 Elevada capacidade de autonomia no trabalho e gestão de equipas;

 Capacidade de trabalhar sobre pressão e flexibilidade de horários;

 Compromisso com os valores do Desenvolvimento Sustentável.

 

PROCESSO DE SELECÇÃO                                                                      

Os/as candidatos/as interesados/as deverão enviar o seu CV atualizado e carta de motivação até dia 24 de Dezembro por correio eletrónico para os endereços: asger.nyrup@adpp-gb.org e paulaleite@adpp- gb.org,  com a referência ADPP-FMM-001/2017. Somente as candidaturas pré-selecionadas serão contatadas para uma entrevista.

 

Recrutamento de Técnico de Comunicação e Visibilidade

Termos De Referência

Contratação de Técnico de Comunicação no Gabinete de Parceria

A ADPP Guiné-Bissau convida à apresentação de candidaturas para a contratação de um/a T é c ni c o/ a de Comunicação e Visibilidade para sua sede em Bissau, que assegurará a visibilidade institucional da organização, s eus projetos e dos seus programas de desenvolvimento a nível nacional e internacional, bem como a fortificação das relações entre a ADPP Guiné-Bissau e seus parceiros atuais e potenciais.

O/A técnico/a de Comunicação será integrado no Departamento de Parceria e trabalhará diretamente com o staff responsável pelos projetos e programas da organização, sob a supervisão direta da direção executiva da organização.

Principais atividades

o Desenhar Planos de Visibilidade para os programas e projetos da organização e acompanhar a sua implementação;

o Desenvolver materiais de visibilidade institucionais (escritos e audiovisuais) e assegurar a sua correta utilização;

o Liderar a comunicação em termos de visibilidade com cada parceiro da organização;

o Planificar, elaborar e fazer seguimento da produção e divulgação de relatórios anuais da organização;

o Desenhar e produzir conteúdos escritos e audiovisuais para divulgação das atividades dos projetos através de canais de comunicação tradicionais (folhetos, revistas, notas de imprensa, spots radiofónicos), sítio da internet e redes sociais;

o Organizar e gerir eventos para promoção da ADPP Guiné-Bissau e dos seus projetos e programas;

o Produzir materiais de comunicação destinados ao estabelecimento e captação de recursos e novas parcerias;

o Realizar deslocações ao terreno para criação de conteúdos audiovisuais (entrevistas, fotografias, vídeos, etc.);

o Apoiar a equipa de Avaliação e Seguimento na apresentação de relatórios;

o Manter e atualizar periodicamente o banco de imagens e materiais produzidos da organização;

o Capacitação institucional para implementação de planos de visibilidade de projetos da ADPP GB.

Perfil do/a candidato/a

o Formação Superior em Comunicação Social, Jornalismo, Publicidade e Relações Públicas ou outra área de relevância;

o Proficiência na língua portuguesa e boa fluência a inglês. Conhecimento de crioulo será valorizado;

o Domínio de programas software e publisher: In Design, WordPress, Adobe Premiere e Office;

o Conhecimentos de composição fotográfica;

o Habilidades de comunicação com públicos diversos;

o Valorar-se-á candidatos/as com conhecimento da realidade guineense;

o Experiência prévia na área da cooperação e desenvolvimento e com organizações não governamentais será, também, valorizado.

Condições de contratação

o Período experimental inicial de 4 meses;

o Contrato a termo incerto após avaliação positiva de período experimental.

 

Recepção de candidaturas

Enviar Currículo Vitae, carta de motivação e referências de anteriores empregadores para os seguintes emails:

adpp@adppgb.org;

asger.nyrup@adppgb.org

Ou entrega de envelope fechado na seguinte morada:

Bairro Internacional, Rua 4, Av. Combatentes da Liberdade da Pátria, Bissau;

Data limite de recepção: 24/12/2017